Caribe brasileiro

Trilha do Visgueiro em Maragogi é selecionada como uma das 25 Rotas da Copa

Uma rota que surgiu após o interesse turístico em realizar uma trilha ecológica no município de Maragogi, região norte de Alagoas, foi selecionada pelo

Maragogi

Casa de Taipa

Ministério do Turismo para ser uma das 25 Rotas da Copa, em 2014. A Trilha do Visgueiro possui mais de dez anos de existência e seu percurso é feito em quatro horas de contato com a natureza. A ação faz parte do Projeto Talentos do Brasil Rural, idealizado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), em parceria com o Ministério do Turismo e o Sebrae.

Para o secretário de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, Luiz Otavio Gomes, essa é a oportunidade de divulgar ainda mais o potencial turístico da região. “Ser escolhida como uma das Rotas da Copa trará benefícios econômicos que ajudarão no desenvolvimento regional. Maragogi e a Trilha do Visgueiro têm muitos pontos fortes que devem ser reconhecidos pelos turistas, por isso, acreditamos que incentivar esse roteiro é fomentar o turismo rural, gerando emprego e renda..

A partir de agora a Trilha do Visgueiro receberá recursos do Governo Federal para que melhorias e adaptações possam ser feitas, com o objetivo receber os turistas. De acordo com a consultora do Sebrae, Andréia Roque, será realizado um trabalho de fortalecimento da marca e de publicidade por parte do Sebrae, do Governo e Ministério do Turismo. “O Sebrae realizará consultorias com os produtores que estão dentro da rota, para que eles estejam capacitados para que o turismo na trilha tenha continuação, mesmo após o término do mundial da FIFA”, disse.

Rede Hoteleira – De acordo com a gestora do Arranjo Produtivo Local (APL) Costa dos Corais, Larissa Borsato, a rede hoteleira será beneficiada diretamente com a divulgação da Trilha do Visgueiro. “A rede hoteleira de Maragogi está apoiando a Trilha. Nós sugerimos que eles produzissem placas ecológicas para serem colocadas durante todo o percurso”, conta.

Fonte: Ascom/Seplande

Anúncios

Maragogi e Japaratinga anunciam data do 4º Festival Gastronômico da Lagosta

 

Sol, belas praias e um evento de dar água na boca

Praias paradisíacas, belas paisagens e os mais deliciosos sabores do Nordeste se unem no 4º Festival Gastronômico da Lagosta de Maragogi e Japaratinga, que acontece entre os dias 9 e 17 de novembro de 2013, no Litoral Norte de Alagoas.

O evento movimenta o turismo da região e proporciona experiências inesquecíveis para os viajantes que querem conhecer um pouco mais da cultura, gastronomia e belezas naturais dos dois municípios, que ficam distantes quase 130 km das capitais Maceió (AL) e Recife (PE).

Nesta edição, alguns dos melhores restaurantes locais vão mostrar o trabalho dos seus renomados chefs, que criarão pratos especiais com lagosta, com descontos de até 40%. Entre as atrações, destaque para as aulas-show ministradas por chefs convidados, que vão promover a interação do público com a culinária, e para o rico artesanato da região e outros famosos quitutes, como bolinho de goma e a bolacha Maragogi.

O festival é uma realização da Prefeitura de Maragogi, Prefeitura de Japaratinga e AHMAJA (Associação do Trade Turístico de Maragogi e Japaratinga).

Maragogi e Japaratinga

Conhecidas especialmente por suas belas piscinas naturais, a região de Maragogi e Japaratinga revela muitas surpresas. São 15 praias, em 37km de costa, com areias branquinhas, coqueirais e águas mornas e cristalinas. Os viajantes encontram ainda excelentes opções de hospedagem, desde resorts sofisticados até aconchegantes pousadas e chalés. Além de uma natureza preservada, com lindos visgueiros (árvores remanescentes da Mata Atlântica), a região ainda possui um povo alegre e acolhedor que guarda suas tradições na culinária.

Fonte: http://festivaldalagosta.com.br

Passeio por Japaratinga

A 10 Quilômetros de Maragogi,  JAPARATINGA  é um lugar para quem gosta de se entregar ao sol, beber água de coco fresca ou simplesmente caminhar pela areia, enfim, integrar-se totalmente à natureza. Um lugar selvagem o suficiente para quem deseja esticar as pernas e ver o tempo passar na maior tranquilidade.

Uma paisagem pra lá de privilegiada, que combina mar, arrecifes, coqueiros, riachos, mangues e fontes de água mineral.
Navegar o Rio Manguaba que separa Japaratinga da vizinha Porto de Pedras, visitando os preservados manguezais, é uma das delícias que a região oferece.

Além das belezas naturais de Japaratinga, outros atrativos estão pelas redondezas. Podem ser realizados belos passeios pelos municípios vizinhos, como Maragogi ao norte e  Porto de Pedras e São Miguel dos Milagres, ao sul, entre outros lugares fascinantes.

Passeios de buggy podem ser contratados com bugueiros que conhecem bem a região e as atrações naturais da fascinante Costa dos Corais.

PRAIAS

Com águas tépidas e um coqueiral deslumbrante, Japaratinga é uma das mais belas praias do litoral brasileiro. Melhor dizendo, são cinco belas praias, em 15 quilômetros de litoral.

A praia de Japaratinga propriamente dita fica na vila. É onde se encontram a prefeitura, os dois postos de saúde, as escolas, as praças, a delegacia, o mercado público e a Igreja Matriz de Nossa Senhora das Candeias, construída pelos holandeses há mais de 300 anos. Com águas mansas e mornas, tem bares e restaurantes.

Saindo da cidade para as outras praias, passa-se por belas falésias e chega-se a Praia de Bitingui, com suas casas de veraneio e águas mansas.

Logo depois vêm as Praia de Barreiras do Boqueirão com suas fontes de água mineral e agradáveis bares e restaurantes.

A seguir vem a Praia do Boqueirão, a mais deserta, com seus densos coqueirais, areias brancas e muita tranquilidade.

O quinto trecho é a Praia do Pontal, um encontro do mar com o Rio Manguaba. É ali que se toma a balsa para atravessar para a vizinha Porto de Pedras.

Melhor idade é destaque em Alagoas

Conhecer Alagoas é contemplar a natureza, admirar o verde dos coqueiros e das matas, o azul do céu e do mar, o dourado do pôr-do-sol que faz o visitante suspirar.

O estado é o destino ideal para quem procura harmonia e quer viver sua melhor idade. Admirar as belíssimas praias de águas tranquilas e cristalinas, mergulhar nas piscinas naturais formadas por recifes de corais, passear de barco no complexo lagunar dotado de ilhas e mangues, assistir ao encontro das águas da lagoa com o mar, é momento para relaxar.

Alagoas tem muitas histórias para contar e a melhor idade tem tempo para contemplar. Visitar as cidades históricas de Marechal Deodoro, Penedo e Piranhas e conhecer os museus, igrejas; conviver com a hospitalidade do alagoano, degustar os sabores da diversificada gastronomia, admirar o artesanato, sentir a tranquilidade de cada lugar e descobrir que tudo é convidativo para aqueles que só querem aproveitar, da melhor forma, a sua melhor idade.

Dicas:

Embarcar numa jangada à vela e conhecer as piscinas naturais de Pajuçara, um aquário natural formado pelos recifes de corais, com águas cristalinas e peixinhos que encantam os visitantes;

Caminhar pelo calçadão da orla de Maceió; parar e tomar uma água de coco. Observar o artesanato encontrado pelo caminho, ouvir o som do mar enquanto degusta uma tapioca. São tantas belezas a serem contempladas que não se percebe o tempo passar;

Conhecer o bairro de Jaraguá e, em cada visita a um dos suntuosos prédios, ter a sensação de voltar ao passado. Foi lá que Maceió começou a se desenvolver no século 18;

Conhecer o Pontal da Barra, bairro bucólico à margem da Lagoa Mundaú, que se destaca pelo artesanato confeccionado pelas rendeiras habitantes do lugar, que tecem o filé, renda típica de Alagoas;

Navegar no complexo lagunar Mundaú-Manguaba entre ilhas e canais; assistir ao encontro das águas com o mar e se emocionar quando o sol se põe no horizonte dando espaço para lua chegar;

Degustar a culinária alagoana em Massagueira, maior pólo gastronômico do Nordeste, com muitas opções: frutos do mar e da lagoa. Aproveitar para adoçar o momento e provar das cocadas e suspiros comercializados no lugar;

 

Conhecer a primeira capital de Alagoas, Marechal Deodoro; visitar suas igrejas, conventos e museus. Cidade à margem da Lagoa Manguaba, com rico patrimônio natural e cultural;

Embarcar numa escuna, no município da Barra de São Miguel, passear pela lagoa do Roteiro, contemplar seu encontro com o mar em uma das mais belas praias do Brasil, chamada Gunga;

Visitar o Pontal de Coruripe e, junto aos artesãos, manusear as palhas de ouricuri, um tipo de palmeira que serve de matéria-prima para confeccionar cestas, bolsas, chapéus etc;

Conhecer a cidade histórica de Penedo, cidade que tem como plano de fundo o majestoso rio São Francisco. O acervo histórico é um relicário vivo – patrimônio artístico e cultural de grande valor;

Passear de barco e mergulhar nas piscinas naturais de Paripueira e praticar aulas de hidroginástica ministrada por um profissional;

Visitar Maragogi, cidade encantadora com belos hotéis, resorts e pousadas. Muitos são os atrativos do lugar: piscinas naturais conhecidas por galés, que impressionam pela biodiversidade marinha. Outro atrativo é o sequilho – broa de goma – feito artesanalmente e comercializado no povoado de São Bento.

Fonte: http://www.turismo.al.gov.br

rios, cachoeira, água doce,caribe brasileiro, caribebrasileiro, Maragogi, alagoas

Cachoeiras e rios

Para que não é muito familiarizado com águas salgadas das praias e prefere se refrescar em rios de  águas doce ou cachoeiras, Maragogi também tem muitas opções. A Fazenda cachoeira I, tem  cachoeiras maravilhosas. Cerca de 20 minutos de Maragogi, a Fazenda cachoeira é uma boa opção de lazer e diversão para toda a família. Durante o trajeto você irá passar por vários pés de manga, é uma boa opção para descansar e  refrescar o calor, ou até mesmo matar a fome, com deliciosas mangas tirada direto do pé e totalmente de graças.